Blog do Rick

Menu

LOJA VIRTUAL É possível estar apaixonado por duas pessoas ao mesmo tempo?

E o que fazer, se você acha que realmente está apaixonado por duas pessoas ao mesmo tempo? Toneladas de livros e filmes apresentam triângulos amorosos em suas narrativas por apenas uma razão, além do drama: é comum se relacionar e passar a ter sentimentos por duas pessoas diferentes ao mesmo tempo. Mas é realmente possível amar duas pessoas ao mesmo tempo, ou são justamente amizades equivocadas e iludidas apenas enganando a si próprios?

A resposta é um retumbante SIM!, diz Ramani Durvasula, psicólogo clínico e professor de psicologia da Universidade da Califórnia em entrevista à Women’s Health. “Assumimos que o amor vem em um sabor, mas é realmente muito mais variado do que isso.” Em outras palavras, menta com gotas de chocolate e morango são diferentes, mas ambos são muito bom. Pena que o amor não é tão fácil como sorvete.

Como triângulos amorosos acontecem

“Nós somos seres complexos e complicados, e é muito possível que duas características diferentes em duas pessoas diferentes possam nos seduzir”, diz Durvasula. Como você cresce e se desenvolve como indivíduo, você pode encontrar-se atraída por pessoas que complementam diferentes aspectos de quem é você.

“A atração é uma experiência muito biológica”, diz Durvasula. Você pode estar em um relacionamento estabelecido e encontrar alguém no trabalho que uau! faz com que seus hormônios enlouqueçam. Ou você pode estar vivendo um romance casual e descobrir que duas pessoas diferentes que você está vendo por um tempo atraem muito você.

O tão esmagador remoinho de sentimento, que as pessoas tendem a descrever como “estar apaixonado” é biologicamente sinônimo de um aumento nos níveis de dopamina, diz Durvasula. A dopamina é um neurotransmissor que está ligado aos centros de recompensa e prazer do seu cérebro, então, um pico pode fazer você sentir como se estivesse experimentando “um barato” natural.

Mesmo dias depois, só de pensar em um grande beijo, pode fazer a dopamina  liberar sensações agradáveis e prazerosas em seu cérebro. Assim, ser monogâmica ou estar em um relacionamento sério é uma escolha lógica consciente, só que a montanha-russa da corrida de hormônios (que faz você sentir os efeitos decorrentes deles) é inteiramente física e fora de seu controle.

Há também uma circunstância particular que faz você mais propensa a se apaixonar por várias pessoas: quando você está mais apaixonada por si mesmo.

“Quando você está passando por uma transição, nada de positivo a partir de um trabalho novo e excitante para uma transformação física, mas está se sentindo feliz com você mesma, você está mais aberta a novas experiências e novas pessoas”, diz Durvasula.

Você ama duas pessoas: e agora?

Se sentir dividida entre duas pessoas pode ser confuso e emocionalmente desgastante, mas também pode ser divertido. Explorar ambos os interesses no amor pode ser uma opção válida, se todas as pessoas envolvidas estiverem na mesma onda, diz Durvasula. “O poliamor, relacionamentos considerados abertos estão ganhando mais adeptos, mas você precisa ser transparente a respeito.” Interessada em explorar algo parecido?

“Tão terrível quanto parece, fazer uma lista de prós e contras pode ajudar”, sugere Durvasula. E seja brutalmente honesta com você mesma quando for escrevê-la. Algo útil para manter em mente quando você estiver fazendo essa reflexão é: “ficamos presas na paixão e temos pressa do sentimento no amor, mas amor companheiro é aquele que acumula vitórias no final”, aconselha. Pense quem vai estar com você quando você ficar doente? Quem ainda vai desfrutar da sua beleza quando estiver com 90 anos de idade?

Se você precisar, faça uma pausa de ambos os relacionamentos. “Tire um tempo para uma viagem”, diz Durvasula. “Faça tudo o que precisar para voltar atrás e retirar-se da situação.” Conseguir um pouco de espaço pode ajudar a lhe indicar alguma perspectiva.

Como realmente saber quem é certo para você?

Infelizmente, você não pode. Não há nenhuma fórmula matemática para escolher com quem assumir um compromisso. E a realidade é que ambos os candidatos podem ser ótimos, e ambos podem se tornar parceiros sólidos, diz Durvasula. Mas, mesmo que esteja dividida bem no meio, sempre vai ter a sensação de que algum deles leva uma ligeira vantagem. Siga essa intuição, diz Durvasula.

 

Fonte: Bolsa de Mulher

Postagens Relacionadas

Categorias:   Celebridades, Curiosidades, Lifestyle, Sem categoria, Sexo

Deixe sua opinião

Seja o primeiro a comentar!