Blog do Rick

Menu

LOJA VIRTUAL 3 dicas para clarear manchas no buço que muita gente segue, mas NÃO funcionam

As manchas no buço são temporárias, mas demoram muito para desaparecer. Segundo a dermatologista Cristiane Braga, da Clínica Due, em São Paulo, uma de suas principais causas é a sequência de depilações , que funcionam como uma agressão à pele, causando vermelhidão logo após o procedimento e, posteriormente, evoluindo para manchas hipercrômicas, em tom castanho. Outra causa das manchas é a gravidez ou o uso de pílulas anticoncepcionais, que aumentam as chances de ter melasmas. E não adianta apelar para soluções caseiras, pois elas, geralmente, não costumam funcionar.

3-dicas-clarear-mancha-no-buco-depilacao

Tratamento para manchas que NÃO funcionam

Usar Hipoglós

É uma dica que você pode encontrar facilmente na internet, mas ela deve ser seguida. Embora seja muito usado como cosmético, o Hipoglós não funciona para eliminar manchas. “Ele é um excelente hidratante, que ajuda a manter a textura da pele, mas não possui nenhuma substância clareadora e, por isso, não elimina as manchas”, diz a especialista.

Fazer máscara com bicarbonato

Mais uma dica de blogueiras que não vai resolver o problema das suas manchas no buço. “Acho arriscado o uso do bicarbonato diretamente na pele pois, dependendo da substância a que ele é combinado, pode provocar queimaduras”, alerta Cristiane.

Variar na forma de retirar os pelos

Escolher um método que cause menos agressão é algo que varia para cada pessoa. No entanto, independente do método utilizado para depilar o buço, a sequência de depilações irá acabar levando ao surgimento das manchas. “A melhor opção seria o laser, pois destrói o pelo e tem um número de sessões bem menor que dos métodos mais tradicionais”, indica.

3-dicas-clarear-mancha-no-buco-laser

 

O que funciona?

Essas dicas muito divulgadas por aí não funcionam, mas existem algumas formas certas de prevenir e tratar as manchas no buço. Existem cremes clareadores que, associados a alguns tipos de ácidos, ajudam a despigmentar o local. Mas a dermatologista Carolina Marçon, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, diz que é preciso persistência, por ser um tratamento longo. Outra indicação é o peeling, que pode acelerar o processo ao remover os pigmentos das camadas superiores da pele. Há, ainda, cápsulas de fotoproteção oral e fitoterápicos que reduzem e revertem o efeito do sol sobre a pele em cerca de quatro meses.

Mas prevenir as manchas continua sendo a melhor alternativa. A recomendação é evitar exposição ao sol sem proteção. Além do filtro solar, o uso de chapéus também ajuda a proteger a pele.

Fonte: Bolsa de Mulher

Postagens Relacionadas

Categorias:   Cosméticos, Curiosidades, Depilação

Deixe sua opinião

Seja o primeiro a comentar!